São Marcos, Evangelista  Festa

Compartilhar:

 

Invitatório

Ant. do Invitatório: Adoremos o Senhor que nos fala no Evangelho!


V.
Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R.
Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente ao Ofício das Leituras.

Hino

Do Apóstolo companheiro,

grande auxílio em seu labor,

sobe a ti, do mundo inteiro,

nossa súplica e louvor.

Boa-nova anunciaram

os arautos do Senhor:

pela terra resoaram

a verdade, a paz, o amor.

 

Pelo céu foste escolhido,

Deus te deu igual missão:

eis-te aos Doze reunido,

tendo Marcos por irmão.

 

Que as palavras esparzidas,

dando seus frutos de luz,

sejam todas recolhidas

nos celeiros de Jesus.

 

Com os Apóstolos sentado,

julgarás todo-mortal;

cubra então nosso pecado

teu clarão celestial.

 

 À Trindade celebremos,

e peçamos que nos céus

com os Apóstolos cantemos

o louvor do único Deus.

 

Salmodia

 

Ant. 1 Em toda a terra se espalha o seu anúncio,

e sua voz pelos confins do universo. Aleluia.

Salmo 18 (19)A

2 Os céus proclamam a glória do Senhor, *
e o firmamento, a obra de suas mãos;
3 o dia ao dia transmite esta mensagem, *
a noite à noite publica esta notícia.

4 Não são discursos nem frases ou palavras, *
nem são vozes que possam ser ouvidas;
5 seu som ressoa e se espalha em toda a terra, *
chega aos confins do universo a sua voz. 

6 Armou no alto uma tenda para o sol; *
ele desponta no céu e se levanta
– como um esposo do quarto nupcial, *
como um herói exultante em seu caminho.

7 De um extremo do céu põe-se a correr *
e vai traçando o seu rastro luminoso,
– até que possa chegar ao outro extremo, *
e nada pode fugir ao seu calor.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. A glória de Deus ilumina a santa Cidade celeste:
sua luz é o Cordeiro. Aleluia.

Ant. 2 Proclamaram as obras de Deus
e entenderam seus grandes prodígios. Aleluia.

Salmo 63(64)

2Ó Deus, ouvi a minha voz, o meu lamento! *
salvai-me a vida do inimigo aterrador!
3Protegei-me das intrigas dos perversos *
e do tumulto dos obreiros da maldade!

4Eles afiam suas línguas como espadas, *
lançam palavras venenosas como flechas,
5para ferir os inocentes às ocultas *
e atingi-los de repente, sem temor.

6Uns aos outros se encorajam para o mal *
e combinam às ocultas, traiçoeiros,
– onde pôr as armadilhas preparadas, *
comentando entre si: 'Quem nos verá?'

7Eles tramam e disfarçam os seus crimes. *
É um abismo o coração de cada homem!
8Deus, porém, os ferirá com suas flechas, *
e cairão todos feridos, de repente.

9Sua língua os levará à perdição, *
e quem os vir meneará sua cabeça;
10com temor proclamará a ação de Deus, *
e tirará uma lição de sua obra.

=11O homem justo há de alegrar-se no Senhor †
e junto dele encontrará o seu refúgio,*
e os de reto coração triunfarão.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. 2 Proclamaram as obras de Deus
e entenderam seus grandes prodígios. Aleluia.

Ant. 3 Anunciaram a justiça do Senhor,

todos os povos podem ver a sua glória. Aleluia.

Salmo 96(97)

1 Deus é Rei! Exulte a terra de alegria, *
 e as ilhas numerosas rejubilem!
2 Treva e nuvem o rodeiam no seu trono, *
que se apóia na justiça e no direito.
3 Vai um fogo caminhando à sua frente *
e devora ao redor seus inimigos.

4 Seus relâmpagos clareiam toda a terra; *
toda a terra ao contemplá-los estremece.
5 As montanhas se derretem como cera *
ante a face do Senhor de toda a terra;
6 e assim proclama o céu sua justiça, *
todos os povos podem ver a sua glória.

=
7 'Os que adoram as estátuas se envergonhem †
e os que põem a sua glória nos seus ídolos; *
aos pés de Deus vêm se prostrar todos os deuses!'
=
8 Sião escuta transbordante de alegria, †
e exultam as cidades de Judá, *
porque são justos, ó Senhor, vossos juízos!

=
9 Porque vós sois o Altíssimo, Senhor, †
muito acima do universo que criastes, *
e de muito superais todos os deuses.
=
10 O Senhor ama os que detestam a maldade, †
ele protege seus fiéis e suas vidas, *
e da mão dos pecadores os liberta.

11 Uma luz já se levanta para os justos, *
e a alegria, para os retos corações.
12
Homens justos, alegrai-vos no Senhor, *
celebrai e bendizei seu santo nome!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. 3 Anunciaram a justiça do Senhor,

todos os povos podem ver a sua glória. Aleluia.

 

Ant. Salvai-nos, ó Senhor e nosso Deus,
e, do meio das nações, nos congregai!

 

V. O Senhor dá a palavra ao seu mensageiro. Aleluia.

R. O Senhor dá a palavra com grande poder. Aleluia.

 

Primeira leitura

Da Carta de São Paulo aos Efésios         4,1-16

 

Diversificação dos dons num único corpo

 

        Irmãos: 1Eu, prisioneiro no Senhor, vos exorto a caminhardes de acordo com a vocação que recebestes: 2Comtoda a humildade e mansidão, suportai-vos uns aos outros com paciência, no amor. 3Aplicai-vos a guardar a unidade do espírito pelo vínculo da paz. 4Há um só Corpo e um só Espírito, como também é uma só a esperança à qual fostes chamados. 5Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo, 6um só Deus e Pai de todos, que reina sobre todos, age por meio de todos e permanece em todos.

        7Cada um de nós recebeu a graça na medida em que Cristo lha deu. 8Daí esta palavra:  

       “Tendo subido às alturas, ele capturou prisioneiros, e distribuiu dons aos homens”.

        9“Ele subiu”! Que significa isso, senão que ele desceu também às profundezas da terra. 10Aquele que desceu é o mesmo que subiu mais alto do que todos os céus, a fim de encher o universo.

        11E foi ele quem instituiu alguns como apóstolos, outros como profetas, outros ainda como evangelistas, outros, enfim, como pastores e mestres. 12Assim, ele capacitou os santos para o ministério, para edificar o corpo de Cristo, 13até que cheguemos todos juntos à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, ao estado do homem perfeito e à estatura de Cristo em sua plenitude. 14Asim, não seremos mais crianças ao sabor das ondas, arrastados por todo vento de doutrina, ludibriados pelos homens e induzidos por sua astúcia ao erro. 15Motivados pelo amor queremos ater-nos à verdade e crescer em tudo até atingirmos aquele que é a Cabeça, Cristo. 16Graças a ele, o corpo, coordenado e bem unido, por meio de todas as articulações que o servem, realiza o seu crescimento, segundo uma atividade à medida de cada membro, para a sua edificação no amor. 

 

Responsório Cf. 2Pd 1,21; Pr 2,6

 

R. Profecia alguma existiu pela mente humana inspirada;

* Pois, os homens de Deus nos falaram

pelo Espírito Santo inspirados. Aleluia.

V. É o Senhor quem dá a sabedoria,

de sua boca procede a prudência. * Pois, os homens.

 

Segunda leitura

Do Tratado contra as heresias, de Santo Irineu, bispo

(Lib. 1,10,1-3:PG 7,550-554)        (Séc.II)

 

A pregação da verdade

        A Igreja, espalhada pelo mundo inteiro até os confins da terra, recebeu dos apóstolos e de seus discípulos a fé em um só Deus, Pai todo-poderoso, que criou o céu, a terra, o mar e tudo o que neles existe (cf. At 4,24); em um só Jesus Cristo Filho de Deus, que se fez homem para nossa salvação; e no Espírito Santo, que, pela boca dos profetas, anunciou antecipadamente os desígnios de Deus: a vinda de Jesus Cristo, nosso amado Senhor, o seu nascimento de uma Virgem, a sua paixão e ressurreição de entre os mortos, a ascensão corporal aos céus, a sua futura vinda do céu na glória do Pai. Então ele virá para recapitular o universo inteiro (cf. Ef 1,10) e ressuscitar todos os homens, a fim de que, segundo a vontade do Pai invisível, diante de Cristo Jesus nosso Senhor, Deus, Salvador e Rei, todo joelho se dobre no céu, na terra e abaixo da terra, e toda língua o proclame (cf. Fl 2,10-11), e ele julgue todos os homens com justiça.

        A Igreja recebeu, como dissemos, e guarda com todo cuidado esta pregação e esta fé; apesar de espalhada pelo mundo inteiro, guarda-a como se morasse em uma só casa. Acredita nela como quem possui uma só alma e um só coração; e a proclama, ensina e transmite, como se tivesse uma só boca. Porque, embora através do mundo haja línguas muito diferentes, a força da Tradição é uma só e a mesma para todos.

        As Igrejas fundadas na Germânia, as que se encontram na Ibéria e nas terras celtas, as do Oriente, do Egito e Líbia, ou as do centro do mundo, não creem nem ensinam de modo diferente. Assim como o sol, criatura de Deus, é um só e o mesmo para todo o universo, igualmente a pregação da verdade brilha em toda parte e ilumina todos os homens que querem chegar ao conhecimento da verdade.

        E dos que presidem às Igrejas, nem mesmo o mais eloquente, dirá coisas diferentes das que afirmamos, pois ninguém está acima do divino Mestre; nem o orador menos hábil enfraquecerá a Tradição. Sendo uma só e mesma a fé, nem aquele que muito diz sobre ela a aumenta, nem aquele que diz menos a diminui.

 

Responsório 1Cor 1,17-18.21

 

R. Cristo enviou-me a pregar o Evangelho,

não com sábias palavras humanas,

para não tornar vã sua cruz.

* A linguagem da cruz é loucura,

para aqueles que vão se perder;

para aqueles, porém, que se salvam,

para nós é a força de Deus. Aleluia.

V. Porque o mundo não reconheceu a Deus pela sabedoria,

agradou-lhe salvar os que creem

pelo anúncio da louca mensagem. * A linguagem.

 

HINO TE DEUM (A VÓS, Ó DEUS, LOUVAMOS) 

A vós, ó Deus, louvamos,

a vós, Senhor, cantamos.

A vós, Eterno Pai,

adora toda a terra.

 

A vós cantam os anjos,

os céus e seus poderes:

Sois Santo, Santo, Santo,

Senhor, Deus do universo!

 

Proclamam céus e terra

a vossa imensa glória.

A vós celebra o coro

glorioso dos Apóstolos,

 

Vos louva dos Profetas

a nobre multidão

e o luminoso exército

dos vossos santos Mártires.

 

A vós por toda a terra

proclama a Santa Igreja,

ó Pai onipotente,

de imensa majestade,

 

e adora juntamente

o vosso Filho único,

Deus vivo e verdadeiro,

e ao vosso Santo Espírito.

 

Ó Cristo, Rei da glória,

do Pai eterno Filho,

nascestes duma Virgem,

a fim de nos salvar.

 

Sofrendo vós a morte,

da morte triunfastes,

abrindo aos que têm fé

dos céus o reino eterno.

 

Sentastes à direita

de Deus, do Pai na glória.

Nós cremos que de novo

vireis como juiz.

 

Portanto, vos pedimos:

salvai os vossos servos,

que vós, Senhor, remistes

com sangue precioso.

 

Fazei-nos ser contados,

Senhor, vos suplicamos,

em meio a vossos santos

na vossa eterna glória.

(A parte que se segue pode ser omitida, se for oportuno).

 

Salvai o vosso povo.

Senhor, abençoai-o.

Regei-nos e guardai-nos

até a vida eterna.

 

Senhor, em cada dia,

fiéis, vos bendizemos,

louvamos vosso nome

agora e pelos séculos.

 

Dignai-vos, neste dia,

guardar-nos do pecado.

Senhor, tende piedade

de nós, que a vós clamamos.

 

Que desça sobre nós,

Senhor, a vossa graça,

porque em vós pusemos

a nossa confiança.

 

Fazei que eu, para sempre,

não seja envergonhado:

Em vós, Senhor, confio,

sois vós minha esperança!

 

Oração 

Ó Deus, que concedestes a São Marcos, vosso evangelista, a glória de proclamar a Boa-nova, dai-nos assimilar de tal modo seus ensinamentos, que sigamos fielmente os caminhos do Cristo. Que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo.

 

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.

R. Graças a Deus.

 

 

 

 

 

Invitatório

Ant. do Invitatório: Adoremos o Senhor que nos fala no Evangelho!


V.
Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R.
Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente às Laudes.

Hino

Cantamos hoje alegremente,
ó São João Marcos, teu louvor,
pois tu trouxeste a toda gente
a Boa-nova do Senhor.

Por mestre a Pedro tu tiveste,
suas palavras recolhias,
e, se a Jesus não conheceste,
era a Jesus que nele ouvias.

Breve o Evangelho que escreveste,
tão dilatado em seu amor:
em poucas páginas puseste
as maravilhas do Senhor.

Deixa-te Paulo, e a Paulo segues,
vais imitando a sua lida;
perfeita é a cópia que consegues,
dando por Cristo a própria vida.

Filho de Deus O proclamemos,
por ti e Pedro alimentados,
e face a face O contemplemos,
ao céu um dia transportados.

Salmodia

Ant. 1 O santo Evangelista investigou
o saber dos grandes homens do passado,
e confirmou o que os profetas predisseram. Aleluia.

Salmo 62 (63), 2-9.

Sede de Deus

Vigia diante de Deus, quem rejeita as obras das trevas (cf. 1Ts 5,5)

2Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!*
Desde a aurora ansioso vos busco!
= A minh'alma tem sede de vós,+
minha carne também vos deseja,*
como terra sedenta e sem água!

3Venho, assim, contemplar-vos no templo,*
para ver vossa glória e poder.
4Vosso amor vale mais do que a vida:*
e por isso meus lábios vos louvam.

5Quero, pois, vos louvar pela vida,*
e elevar para vós minhas mãos!
6A minh'alma será saciada,*
como em grande banquete de festa;
— cantará a alegria em meus lábios,*
ao cantar para vós meu louvor!

- 7Penso em vós no meu leito, de noite,*
nas vigílias suspiro por vós!
8Para mim fostes sempre um socorro;*
de vossas asas à sombra eu exulto!
9Minha alma se agarra em vós;*
com poder vossa mão me sustenta.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. O santo Evangelista investigou
o saber dos grandes homens do passado,
e confirmou o que os profetas predisseram. Aleluia.

Ant. 2 Deus chamou-nos à fé na Verdade
pelo anúncio do santo Evangelho,
para obtermos a glória de Cristo. Aleluia.

No cânticos que se segue o refrão entre parênteses é opcional.

Cântico Dn 3,57-88.56

Louvor das criaturas ao Senhor

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

- 57Obras do Senhor, bendizei o Senhor,*
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
- 58Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
59Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

(R. Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Ou
R.
A ele glória e louvor eternamente
)

- 60Águas do alto céu, bendizei o Senhor!*
61Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
- 62Lua e sol, bendizei o Senhor!*
63Astros e estrelas bendizei o Senhor!
(R.)
- 64Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!*
65Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
- 66Fogo e calor, bendizei o Senhor!*
67Frio e ardor, bendizei o Senhor!
(R.)
- 68Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!*
69Geada e frio, bendizei o Senhor!
- 70Gelos e neves, bendizei o Senhor!*
71Noites e dias, bendizei o Senhor!
(R.)
- 72Luzes e trevas, bendizei o Senhor!*
73Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
-74Ilhas e terra, bendizei o Senhor!*
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
(R.)
- 75Montes e colinas, bendizei o Senhor!*
76Plantas da terra, bendizei o Senhor!
- 77Mares e rios, bendizei o Senhor!*
78Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!
(R.)
- 79Baleias e peixes, bendizei o Senhor!*
80Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
- 81Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!*
82Filhos dos homens, bendizei o Senhor!
(R.)
- 83Filhos de Israel, bendizei o Senhor!*
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
- 84Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!*
85Servos do Senhor, bendizei o Senhor!
(R.)
- 86Almas dos justos, bendizei o Senhor!*
87Santos e humildes, bendizei o Senhor!
- 88Jovens Misael,Ananias e Azarias, bendizei o Senhor,*
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
(R.)
- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo*
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
- 56Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!*
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

(R.)

No fim deste cântico não se diz Glória ao Pai

Ant. Deus chamou-nos à fé na Verdade
pelo anúncio do santo Evangelho,
para obtermos a glória de Cristo. Aleluia.

Ant. 3 Muitos louvaram seu saber, que jamais perecerá. Aleluia.

Salmo 149

A alegria e o louvor dos santos

Os filhos da Igreja, novo povo de Deus, se alegrem no seu Rei Cristo Jesus (Hesíquio)

1Cantai ao Senhor Deus um canto novo,*
e o seu louvor na assembleia dos fiéis!
2Alegre-se Israel em quem o fez,*
e Sião se rejubile no seu Rei!
3Com danças glorifiquem o seu nome,*
toquem harpa e tambor em sua honra!

4Porque, de fato, o Senhor ama seu povo*
e coroa com vitória os seus humildes.
5Exultem os fiéis por sua glória,*
e cantando se levantem de seus leitos,
6com louvores do Senhor em sua boca*
e espadas de dois gumes em sua mão,

7para exercer sua vingança entre as nações,*
e infligir o seu castigo entre os povos,
8colocando nas algemas os seus reis,*
e seus nobres entre ferros e correntes,
9para aplicar-lhes a sentença já escrita:*
Eis a glória para todos os seus santos.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Muitos louvaram seu saber, que jamais perecerá. Aleluia.

Leitura breve 1Cor 15,1-2a.3-4
Irmãos, quero lembrar-vos o evangelho que vos preguei e que recebestes, e no qual estais firmes. Por ele sois salvos. Com efeito, eu vos transmiti em primeiro lugar aquilo que eu mesmo tinha recebido, a saber: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras; que foi sepultado; que, ao terceiro dia, ressuscitou, segundo as Escrituras.

Responsório breve
R.
Eles contaram as grandezas do Senhor e seu poder.
* Aleluia, aleluia. R. Eles contaram.
V. E as suas maravilhas que por nós realizou.* Aleluia.
Glória ao Pai. R. Eles contaram.

Cântico evangélico, ant.

Ant. Pela graça de Jesus nosso Senhor,
aos povos e nações são enviados
evangelistas e doutores do Evangelho,
para ajudarem a crescer a nossa fé. Aleluia. 

O Messias e seu Precursor

68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, * 
porque a seu povo visitou e libertou

69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor

70 como falara pela boca de seus santos, * 
os profetas desde os tempos mais antigos, 

71 para salvar-nos do poder dos inimigos * 
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, * 
recordando a sua santa Aliança 

73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, * 
de conceder-nos 
74 que, libertos do inimigo, 

= a ele nós sirvamos sem temor † 
75 em santidade e em justiça diante dele, * 
enquanto perdurarem nossos dias. 

=76 Serás profeta do Alssimo, ó menino, † 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

77 anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados; 

78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, * 
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente, 

79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas *
e na sombra da morte estão sentados 

– e para dirigir os nossos passos, * 
guiando-os no caminho da paz

Ant. Pela graça de Jesus nosso Senhor,
aos povos e nações são enviados
evangelistas e doutores do Evangelho,
para ajudarem a crescer a nossa fé. Aleluia. 


 

Preces

Invoquemos nosso Salvador que, destruindo a morte, iluminou a vida por meio do Evangelho; e peçamos humildemente:

R. Confirmai a vossa Igreja na fé e na caridade!

Fizestes resplandecer admiravelmente a vossa Igreja por meio de santos e insignes doutores;
que os cristãos se alegrem sempre com o mesmo esplendor. R.

Quando os santos pastores vos suplicavam, a exemplo de Moisés, perdoastes os pecados do povo;
por intercessão deles, santificai a vossa Igreja mediante uma contínua purificação. R.

Tendo-os escolhido entre seus irmãos, consagrastes vossos santos enviando sobre eles o vosso Espírito;
que o mesmo Espírito Santo inspire aqueles que governam vosso povo. R.

Sois vós a herança dos santos pastores;
concedei que nenhum daqueles que foram resgatados pelo vosso sangue fique longe de vós. R.

(intenções livres)

Pai nosso...

Oração

Ó Deus, que concedestes a São Marcos, vosso evangelista, a glória de proclamar a Boa-nova, dai-nos assimilar de tal modo seus ensinamentos, que sigamos fielmente os caminhos do Cristo. Que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo.
 

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

 

 

Oração das Nove Horas

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

 

Hino

Surge a hora terceira, em que Cristo
foi, por nós, elevado na cruz;
fuja a mente de toda soberba,
vá na prece buscar sua luz.

Quem o Cristo acolheu no seu íntimo,
deve ter sempre pura intenção,
implorando ao Espírito Santo
que ele habite no seu coração.

Esta hora pôs fim à velhice,
destruindo do crime as raízes;
e, a seguir, pela graça de Cristo,
começaram os tempos felizes.

Glória a vós, que vencestes a morte
e brilhais, com o Pai, Sumo Bem,
e a chama de Amor, Santo Espírito,
pelos séculos eternos. Amém.

Salmodia 

Ant. Aleluia, a

leluia, aleluia.

Salmo 118(119),81-88

XI (Caph)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Sua misericórdia se estende de geração em geração, a todos os que o respeitam (Lc 1,50).

81 Desfaleço pela vossa salvação, *
vossa palavra é minha única esperança!

82
Os meus olhos se gastaram desejando-a; *
até quando esperarei vosso consolo?

83 Fiquei tostado como um odre no fumeiro, *
mesmo assim não esqueci vossos preceitos.

84
Quantos dias restarão ao vosso servo? *
E quando julgareis meus opressores?

85 Os soberbos já cavaram minha cova; *
eles não agem respeitando a vossa lei.

86
Todos os vossos mandamentos são verdade; *
quando a cania me persegue, socorrei-me!

87 Eles quase me arrancaram desta terra, *
mesmo assim eu não deixei vossos preceitos!

88
Segundo o vosso amor, vivificai-me, *
e guardarei vossa Aliança, ó Senhor!

Salmo 60(61)

Oração do exilado

Oração do justo que espera a vida eterna (Sto. Hilário).

2 Escutai, ó Senhor Deus, minha oração, *
atendei à minha prece, ao meu clamor!

3
Dos confins do universo a vós eu clamo, *
e em mim o coração já desfalece.

– Conduzi-me às alturas do rochedo, *
e deixai-me descansar nesse lugar!

4
Porque sois o meu refúgio e fortaleza, *
torre forte na presença do inimigo.

5 Quem me dera morar sempre em vossa casa *
e abrigar-me à proteção de vossas asas!

6
Pois ouvistes, ó Senhor, minhas promessas, *
e me fizestes tomar parte em vossa herança.

7 Acrescentai ao nosso rei dias aos dias, *
e seus anos durem muitas gerações!

8
Reine sempre na presença do Senhor, *
vossa verdade e vossa graça o conservem!

9 Então sempre cantarei o vosso nome *
e cumprirei minhas promessas dia a dia.

Salmo 63(64)

Pedido de ajuda contra os perseguidores

Este salmo se aplica de modo especial à Paixão do Senhor (Sto. Agostinho).

2 Ó Deus, ouvi a minha voz, o meu lamento! *
Salvai-me a vida do inimigo aterrador!

3
Protegei-me das intrigas dos perversos *
e do tumulto dos obreiros da maldade!

4 Eles afiam suas línguas como espadas, *
lançam palavras venenosas como flechas,

5
para ferir os inocentes às ocultas *
e atingi-los de repente, sem temor.

6 Uns aos outros se encorajam para o mal *
e combinam às ocultas, traiçoeiros,

– onde pôr as armadilhas preparadas, *
comentando entre si: “Quem nos verá?”

7 Eles tramam e disfarçam os seus crimes. *
É um abismo o coração de cada homem!

8
Deus, porém, os ferirá com suas flechas, *
e cairão todos feridos, de repente.

9 Sua língua os levará à perdição, *
e quem os vir meneará sua cabeça;

10
com temor proclamará a ação de Deus, *
e tira uma lição de sua obra.

=11 O homem justo há de alegrar-se no Senhor †
e junto dele encontrará o seu refúgio, *
e os de reto coração triunfarão.

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Leitura breve Rm             1,16-17

Eu não me envergonho do Evangelho, pois ele é uma força salvadora de Deus para todo aquele que crê, primeiro para o judeu, mas também para o grego. Nele, com efeito, a justiça de Deus se revela da fé para a fé, como está escrito: O justo viverá pela fé.

V. Em toda a terra se espalha o seu anúncio, aleluia.
R. E sua voz, pelos confins do universo, aleluia.

Oração

Ó Deus, que concedestes a São Marcos, vosso evangelista, a glória de proclamar a Boa-nova,dai-nos assimilar de tal modo seus ensinamentos, que sigamos fielmente os caminhos do Cristo. Que vive e reina, para sempre.

 

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

Oração das doze horas

 


V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

Hino

Vinde, servos suplicantes,
elevai a mente e a voz:
celebrai com vossos cantos,
o amor de Deus por nós.

Porque foi neste momento
que a sentença de um mortal
entregou à morte injusta
o Juiz universal.

E nós, súditos humildes,
por amor e por temor,
contra todo mau desígnio
do perverso tentador,

imploremos a clemência
de Deus Pai, eterno Bem,
do seu Filho, nosso Rei,
e do Espírito Santo. Amém.

Salmodia

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Salmo 118(119),81-88

XI (Caph)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Sua misericórdia se estende de geração em geração, a todos os que o respeitam (Lc 1,50).

81 Desfaleço pela vossa salvação, *
vossa palavra é minha única esperança!

82
Os meus olhos se gastaram desejando-a; *
até quando esperarei vosso consolo?

83 Fiquei tostado como um odre no fumeiro, *
mesmo assim não esqueci vossos preceitos.

84
Quantos dias restarão ao vosso servo? *
E quando julgareis meus opressores?

85 Os soberbos já cavaram minha cova; *
eles não agem respeitando a vossa lei.

86
Todos os vossos mandamentos são verdade; *
quando a cania me persegue, socorrei-me!

87 Eles quase me arrancaram desta terra, *
mesmo assim eu não deixei vossos preceitos!

88
Segundo o vosso amor, vivificai-me, *
e guardarei vossa Aliança, ó Senhor!

Salmo 60(61)

Oração do exilado

Oração do justo que espera a vida eterna (Sto. Hilário).

2 Escutai, ó Senhor Deus, minha oração, *
atendei à minha prece, ao meu clamor!

3
Dos confins do universo a vós eu clamo, *
e em mim o coração já desfalece.

– Conduzi-me às alturas do rochedo, *
e deixai-me descansar nesse lugar!

4
Porque sois o meu refúgio e fortaleza, *
torre forte na presença do inimigo.

5 Quem me dera morar sempre em vossa casa *
e abrigar-me à proteção de vossas asas!

6
Pois ouvistes, ó Senhor, minhas promessas, *
e me fizestes tomar parte em vossa herança.

7 Acrescentai ao nosso rei dias aos dias, *
e seus anos durem muitas gerações!

8
Reine sempre na presença do Senhor, *
vossa verdade e vossa graça o conservem!

9 Então sempre cantarei o vosso nome *
e cumprirei minhas promessas dia a dia.

Salmo 63(64)

Pedido de ajuda contra os perseguidores

Este salmo se aplica de modo especial à Paixão do Senhor (Sto. Agostinho).

2 Ó Deus, ouvi a minha voz, o meu lamento! *
Salvai-me a vida do inimigo aterrador!

3
Protegei-me das intrigas dos perversos *
e do tumulto dos obreiros da maldade!

4 Eles afiam suas línguas como espadas, *
lançam palavras venenosas como flechas,

5
para ferir os inocentes às ocultas *
e atingi-los de repente, sem temor.

6 Uns aos outros se encorajam para o mal *
e combinam às ocultas, traiçoeiros,

– onde pôr as armadilhas preparadas, *
comentando entre si: “Quem nos verá?”

7 Eles tramam e disfarçam os seus crimes. *
É um abismo o coração de cada homem!

8
Deus, porém, os ferirá com suas flechas, *
e cairão todos feridos, de repente.

9 Sua língua os levará à perdição, *
e quem os vir meneará sua cabeça;

10
com temor proclamará a ação de Deus, *
e tira uma lição de sua obra.

=11 O homem justo há de alegrar-se no Senhor †
e junto dele encontrará o seu refúgio, *
e os de reto coração triunfarão.

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Leitura breve 1Ts 2,2b-4

Encontramos em Deus a coragem de vos anunciar o evangelho, em meio a grandes lutas. A nossa exortação não se baseia no erro, na ambiguidade ou no desejo de enganar. Ao contrário, uma vez que Deus nos achou dignos para que nos confiasse o evangelho, falamos não para agradar aos homens, mas a Deus.

V. Eles guardavam os preceitos, aleluia,
R. E as ordens do Senhor, aleluia.

Oração

Ó Deus, que concedestes a São Marcos, vosso evangelista, a glória de proclamar a Boa-nova,dai-nos assimilar de tal modo seus ensinamentos, que sigamos fielmente os caminhos do Cristo. Que vive e reina, para sempre.

 

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

 

Oração das Quinze Horas


 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

 

Hino

Esta hora brilhou e, esplendente,
afastou toda nuvem da cruz.
Despojando das trevas o mundo,
restitui às nações nova luz.

Nesta hora Jesus ressuscita
do sepulcro os que haviam morrido
e, a morte vencendo, eles saem
com um novo espírito infundido.

Temos fé nessa aurora dos tempos,
das cadeias da morte libertos,
e nas graças da vida, que jorram
como fonte a correr nos desertos.

Glória a vós, que vencestes a morte,
e no céu com o Pai, Sumo Bem,
refulgindo na glória do Espírito
reinais hoje e nos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Salmo 118(119),81-88

XI (Caph)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Sua misericórdia se estende de geração em geração, a todos os que o respeitam (Lc 1,50).

81 Desfaleço pela vossa salvação, *
vossa palavra é minha única esperança!

82
Os meus olhos se gastaram desejando-a; *
até quando esperarei vosso consolo?

83 Fiquei tostado como um odre no fumeiro, *
mesmo assim não esqueci vossos preceitos.

84
Quantos dias restarão ao vosso servo? *
E quando julgareis meus opressores?

85 Os soberbos já cavaram minha cova; *
eles não agem respeitando a vossa lei.

86
Todos os vossos mandamentos são verdade; *
quando a cania me persegue, socorrei-me!

87 Eles quase me arrancaram desta terra, *
mesmo assim eu não deixei vossos preceitos!

88
Segundo o vosso amor, vivificai-me, *
e guardarei vossa Aliança, ó Senhor!

Salmo 60(61)

Oração do exilado

Oração do justo que espera a vida eterna (Sto. Hilário).

2 Escutai, ó Senhor Deus, minha oração, *
atendei à minha prece, ao meu clamor!

3
Dos confins do universo a vós eu clamo, *
e em mim o coração já desfalece.

– Conduzi-me às alturas do rochedo, *
e deixai-me descansar nesse lugar!

4
Porque sois o meu refúgio e fortaleza, *
torre forte na presença do inimigo.

5 Quem me dera morar sempre em vossa casa *
e abrigar-me à proteção de vossas asas!

6
Pois ouvistes, ó Senhor, minhas promessas, *
e me fizestes tomar parte em vossa herança.

7 Acrescentai ao nosso rei dias aos dias, *
e seus anos durem muitas gerações!

8
Reine sempre na presença do Senhor, *
vossa verdade e vossa graça o conservem!

9 Então sempre cantarei o vosso nome *
e cumprirei minhas promessas dia a dia.

Salmo 63(64)

Pedido de ajuda contra os perseguidores

Este salmo se aplica de modo especial à Paixão do Senhor (Sto. Agostinho).

2 Ó Deus, ouvi a minha voz, o meu lamento! *
Salvai-me a vida do inimigo aterrador!

3
Protegei-me das intrigas dos perversos *
e do tumulto dos obreiros da maldade!

4 Eles afiam suas línguas como espadas, *
lançam palavras venenosas como flechas,

5
para ferir os inocentes às ocultas *
e atingi-los de repente, sem temor.

6 Uns aos outros se encorajam para o mal *
e combinam às ocultas, traiçoeiros,

– onde pôr as armadilhas preparadas, *
comentando entre si: “Quem nos verá?”

7 Eles tramam e disfarçam os seus crimes. *
É um abismo o coração de cada homem!

8
Deus, porém, os ferirá com suas flechas, *
e cairão todos feridos, de repente.

9 Sua língua os levará à perdição, *
e quem os vir meneará sua cabeça;

10
com temor proclamará a ação de Deus, *
e tira uma lição de sua obra.

=11 O homem justo há de alegrar-se no Senhor †
e junto dele encontrará o seu refúgio, *
e os de reto coração triunfarão.

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Leitura breve         2Tm1,8b-9

Sofre comigo pelo Evangelho, fortificado pelo poder de Deus. Deus nos salvou e nos chamou com uma vocação santa, não devido às nossas obras, mas em virtude do seu desígnio e da sua graça, que nos foi dada em Cristo Jesus.

V. Alegrai-vos e exultai, diz o Senhor, aleluia,
R.
Pois no céu estão inscritos vossos nomes, aleluia.

Oração

Ó Deus, que concedestes a São Marcos, vosso evangelista, a glória de proclamar a Boa-nova,dai-nos assimilar de tal modo seus ensinamentos, que sigamos fielmente os caminhos do Cristo. Que vive e reina, para sempre.

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

3º DOMINGO DA PÁSCOA

I Vésperas

 

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

 

Hino

Às núpcias do Cordeiro
em brancas vestes vamos.
Transposto o mar Vermelho,
ao Cristo Rei cantamos.

Por nós no altar da cruz
seu corpo ofereceu.
Bebendo deste sangue,
nascemos para Deus.

Seu sangue em nossas portas
afasta o anjo irado.
Das mãos dum rei injusto
seu povo é libertado.

O Cristo, nossa Páscoa,
morreu como um Cordeiro.
Seu corpo é nossa oferta,
Pão vivo e verdadeiro.

Ó vítima verdadeira,
do inferno a porta abris,
livrais o povo escravo,
dais vida ao infeliz.

Da morte o Cristo volta,
a vida é seu troféu.
O inferno traz cativo
e a todos abre o céu.

Jesus, Pascal Cordeiro,
em vós se alegra o povo,
que, livre pela graça,
em vós nasceu de novo.

A glória seja ao Cristo
da morte vencedor.
Ao Pai e ao Santo Espírito
o nosso igual louvor.

Salmodia

Ant. 1 A glória do Senhor vai além dos altos céus
mas levanta da poeira o indigente, aleluia.

Salmo 112(113)

O nome do Senhor é digno de louvor

Derrubou do trono os poderosos e elevou os humildes (Lc 1,52).

1 Louvai, louvai, ó servos do Senhor, *
louvai, louvai o nome do Senhor!
2 Bendito seja o nome do Senhor, *
agora e por toda a eternidade!
3 Do nascer do sol até o seu ocaso, *
louvado seja o nome do Senhor!

4 O Senhor está acima das nações, *
sua glória vai além dos altos céus.
=5 Quem pode comparar-se ao nosso Deus, †
ao Senhor, que no alto céu temo seu trono *
6 e se inclina para olhar o céu e a terra?

7 Levanta da poeira o indigente *
e do lixo ele retira o pobrezinho,
8 para fazê-lo assentar-se com os nobres, *
assentar-se com os nobres do seu povo.
9 Faz a estéril, mãe feliz em sua casa, *
vivendo rodeada de seus filhos.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. A glória do Senhor vai além dos altos céus
mas levanta da poeira o indigente, aleluia.

Ant. 2 Vós quebrastes, ó Senhor, minhas cadeias,
por isso oferto um sacrifício de louvor. Aleluia.

Salmo 115(116 B)

Ação de graças no templo

Por meio de Jesus, ofereçamos a Deus um perene sacrifício de louvor(Hb 13,15).

10 Guardei a minha fé, mesmo dizendo: *
'É demais o sofrimento em minha vida!'
11 Confiei, quando dizia na aflição: *
'Todo homem é mentiroso! Todo homem!'

12 Que poderei retribuir ao Senhor Deus *
por tudo aquilo que ele fez em meu favor?
13 Elevo o cálice da minha salvação, *
invocando o nome santo do Senhor.
14 Vou cumprir minhas promessas ao Senhor *
na presença de seu povo reunido.

15 É sentida por demais pelo Senhor *
a morte de seus santos, seus amigos.
=16 Eis que sou o vosso servo, ó Senhor, †
vosso servo que nasceu de vossa serva; *
mas me quebrastes os grilhões da escravidão!

17 Por isso oferto um sacrifício de louvor, *
invocando o nome santo do Senhor.
18 Vou cumprir minhas promessas ao Senhor *
na presença de seu povo reunido;
19 nos átrios da casa do Senhor, *
em teu meio, ó cidade de Sião!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Vós quebrastes, ó Senhor, minhas cadeias,
por isso oferto um sacrifício de louvor. Aleluia.

Ant. 3 Embora fosse o próprio Filho,
aprendeu a obediência através do sofrimento
e tornou-se, para aqueles que o seguem,
uma fonte de eterna salvação. Aleluia.

Cântico Fl 2,6-11

Cristo, o Servo de Deus

=6 Embora fosse de divina condição, †
Cristo Jesus não se apegou ciosamente *
a ser igual em natureza a Deus Pai.

(R. Jesus Cristo é Senhor para a glória de Deus Pai!)

=7 Porém esvaziou-se de sua glória †
e assumiu a condição de um escravo, *
fazendo-se aos homens semelhante. (R.)

= Reconhecido exteriormente como homem, †
8 humilhou-se, obedecendo até à morte, *
até à morte humilhante numa cruz. (R.)

=9 Por isso Deus o exaltou sobremaneira †
e deu-lhe o nome mais excelso, mais sublime, *
e elevado muito acima de outro nome. (R.)

=10 Para que perante o nome de Jesus †
se dobre reverente todo joelho, *
seja nos céus, seja na terra ou nos abismos. (R.)

=11 E toda língua reconheça, confessando, †
para a glória de Deus Pai e seu louvor: *
'Na verdade Jesus Cristo é o Senhor!' (R.)

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Embora fosse o próprio Filho,
aprendeu a obediência através do sofrimento
e tornou-se, para aqueles que o seguem,
uma fonte de eterna salvação. Aleluia.

 

Leitura breve 1Pd 2,9-10

Vós sois a raça escolhida, o sacerdócio do Reino, a nação santa, o povo que ele conquistou para proclamar as obras admiráveis daquele que vos chamou das trevas para a sua luz maravilhosa. Vós sois aqueles que “antes não eram povo, agora porém são povo de Deus; os que não eram objeto de misericórdia, agora porém alcançaram misericórdia.”


Responsório breve

R. Os discípulos ficaram muito alegres. * Aleluia, aleluia.
R. Os discípulos.
V. Quando viram o Senhor ressuscitado. * Aleluia, aleluia.
Glória ao Pai. R. Os discípulos.

Cântico evangélico, ant.

Ano A Ó Senhor, ficai conosco pois o dia já declina. Aleluia.

Ano B Jesus aparece no meio dos seus
e lhes diz: Paz a vós! Aleluia.

Ano C Trazei dos peixes que apanhastes, disse Cristo.
Simão Pedro trouxe a rede para a tera
cheia de peixes muito grandes. Aleluia.

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor
47 e se alegrou o meu esrito em Deus, meu Salvador
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, * 
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

49 O Poderoso fez por mim maravilhas * 
e Santo é o seu nome! 
50 Seu amor, de geração em geração, * 
chega a todos que o respeitam; 

51 demonstrou o poder de seu braço, * 
dispersou os orgulhosos; 
52 derrubou os poderosos de seus tronos * 
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, * 
e despediu, sem nada, os ricos. 
54 Acolheu Israel, seu servidor, * 
fiel ao seu amor

55 como havia prometido aos nossos pais, * 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

= Demos glória a Deus Pai onipotente
e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †
e ao Esrito que habita em nosso peito, *
pelos culos dos culos. Amém.

Ant.

Ano A Ó Senhor, ficai conosco pois o dia já declina. Aleluia.

Ano B Jesus aparece no meio dos seus
e lhes diz: Paz a vós! Aleluia.

Ano C Trazei dos peixes que apanhastes, disse Cristo.
Simão Pedro trouxe a rede para a tera
cheia de peixes muito grandes. Aleluia.

Preces

Invoquemos a Cristo Jesus, nossa vida e ressurreição; e digamos com alegre confiança:

R Filho de Deus vivo, protegei o voso povo!

Nós vos pedimos, Senhor, pela santa Igreja católica;
santificai-a e fortalecei-a, para que estabeleça o vosso reino em todas as nações da terra.
R.

Nós vos pedimos, Senhor, por todos os doentes, os tristes, os prisioneiros e os exilados;
dai-lhes conforto e ajuda.
R
Nós vos pedimos, Senhor, pelos que se afastaram de vosos caminhos;
concedei-lhes a graça do voso perdão, para que recomecem com alegria uma vida nova.
R
Salvador do mundo, que fostes crucificado mas ressuscitastes e haveis de voltar para julgar os vivos e os mortos,
tende compaixão de nós pecadores.
R
(intenções livres)

Nós vos pedimos, Senhor, por todos os que vivem neste mundo,
e pelos que dele partiram na esperança da ressureição.
R

Pai nosso.

Oração

Ó Deus, que o vosso povo sempre exulte pela sua renovação espiritual, para que, tendo recuperado agora com alegria a condição de filhos de Deus, espere com plena confiança o dia da ressureição. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

 

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.


Depois, recomenda-se o exame de consciência (...)
 

Hino

Ó Jesus Redentor,
do universo Senhor,
Verbo eterno do Pai,
Luz da Luz invisível,
que dos vossos remidos
vigilante cuidais.

Vós, artista do mundo,
e de todos os tempos
o sinal divisor,
no silêncio da noite
renovai nosso corpo
que lutando cansou.

Afastai o inimigo,
vós, que os fundos abismos
destruís, ó Jesus!
Não consiga o Maligno
seduzir os remidos
pelo sangue da Cruz

Quando o corpo cansado
for de noite embalado
pelo sono e a calma,
de tal modo adormeça,
que ao dormir nossa carne
não cochile nossa alma.

Escutai-nos, ó Verbo,
por quem Deus fez o mundo,
e o conduz e mantém.
Com o Pai e o Espírito,
vós reinais sobre os vivos
pelos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Salmo 4

Ação de graças

O Senhor fez maravilhas naquele que ressuscitou dos mortos (Sto. Agostinho).

=2 Quando eu chamo, respondei-me, ó meu Deus, minha justiça! †
Vós que soubestes aliviar-me nos momentos de aflição,*
atendei-me por piedade e escutai minha oração!

3 Filhos dos homens, até quando fechareis o coração? *
Por que amais a ilusão e procurais a falsidade?
4 Compreendei que nosso Deus faz maravilhas por seu servo, *
e que o Senhor me ouvirá quando lhe faço a minha prece!

5 Se ficardes revoltados, não pequeis por vossa ira;*
meditai nos vossos leitos e calai o coração!

6 Sacrificai o que é justo, e ao Senhor oferecei-o; *
confiai sempre no Senhor, ele é a única esperança!
7 Muitos há que se perguntam: 'Quem nos dá felicidade?'*
Sobre nós fazei brilhar o esplendor de vossa face!

8 Vós me destes, ó Senhor, mais alegria ao coração, *
do que a outros na fartura do seu trigo e vinho novo.

9 Eu tranquilo vou deitar-me e na paz logo adormeço, *
pois só vós, ó Senhor Deus, dais segurança à minha vida!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Salmo 133(134)

Oração da noite no templo

Louvai o nosso Deus todos os seus servos e todos os que o temeis, pequenos e grandes! (Ap 19,5).

1 Vinde, agora, bendizei ao Senhor Deus, *
vós todos, servidores do Senhor,
– que celebrais a liturgia no seu templo, *
nos átrios da casa do Senhor.

2 Levantai as vossas mãos ao santuário, *
bendizei ao Senhor Deus a noite inteira!
3 Que o Senhor te abençoe de Sião, *
o Senhor que fez o céu e fez a terra!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Leitura breve Dt 6,4-7
Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todas as tuas forças. E trarás gravadas em teu coração todas estas palavras que hoje te ordeno. Tu as repetirás com insistência aos teus filhos e delas falarás quando estiveres sentado em tua casa, ou andando pelos caminhos, quando te deitares, ou te levantares.

Responsório breve
R.
Senhor, em vossas mãos
Eu entrego o meu espírito. * Aleluia, aleluia. R. Senhor.
V. Vós sois o Deus fiel, que salvastes vosso povo.
* Aleluia, aleluia. Glória ao Pai. R. Senhor.

Cântico evangélico, ant.
Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz! Aleluia.

Cântico de Simeão Lc 2,29-32

Cristo, luz das nações e glória de seu povo

29 Deixai, agora, vosso servo ir em paz, *
conforme prometestes, ó Senhor.

30 Pois meus olhos viram vossa salvação *
31 que preparastes ante a face das nações:

32 uma Luz que brilhará para os gentios *
e para a glória de Israel, o vosso povo.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz! Aleluia.

Oração

Ficai conosco, Senhor, nesta noite, e vossa mão nos levante amanhã cedo, para que celebremos com alegria a ressurreição de vosso Cristo. Que vive e reina para sempre. Amém.

O Senhor todo-poderoso nos conceda uma noite tranquila
e, no fim da vida, uma morte santa.
R. Amém.

Antífona final de Nossa Senhora

Rainha do céu, alegrai-vos, aleluia,
pois o senhor que merecestes trazer em vosso seio, aleluia,
ressuscitou, como disse, aleluia;
rogai a Deus por nós, aleluia.